Humanidades, Artes e Ciências: A transdisciplinaridade no Ensino da Química

N.º de horas de formação acreditadas: 25h (1 crédito)

Registo de Acreditação: CCPFC/ACC-109498/20 

DESTINATÁRIOS

Professores do Grupo 510.

FORMAÇÃO VIA VIDEO CONFERÊNCIA - INSCRIÇÕES Abertas

Sessões:

  • S1 - 15 de novembro de 2021(2h) 18-20h
  • S2 - 20 de novembro de 2021(3h) 9h-12h
  • S3 - 22 de novembro de 2021(2h) - 18h-20h
  • S4 - 24 de novembro de 2021(2h) - 18h-20h
  • S5 - 29 de novembro de 2021(2h) - 18h-20h
  • S6 - 3 de dezembro de 2021(2h) - 18h-20h
  • S7 - 4 de dezembro de 2021(3h) - 9h-12h
  • Sessão Assíncrona -  3h
  • S9 - 10 de dezembro de 2021(3h) - 18h-21h
  • S10 - 11 de dezembro de 2021(3h) - 9h-12h

Sessões Decorridas

Regime à Distância: 05/05/2021 - 11/05/2021

FORMADORES

  • Adelino Galvão: CCPFC/RFO-38165/17
  • Ana Charas: CCPFC/RFO- 38997/18
  • Joaquim Faria CCPFC/RFO 38615/17

APRESENTAÇÃO DA AÇÃO

A ação de formação Humanidades, Artes e Ciências: A transdisciplinaridade no Ensino da Química visa dotar os professores de conhecimentos direcionados à integração dos vários saberes, nomeadamente contextualizando os desenvolvimentos científicos com o ambiente geográfico, histórico e cultural em que ocorreram, desenvolvendo capacidades de comunicação multimodal numa ótica inclusiva, que incorpore o ensino artístico (promotor da inclusão) e as Aprendizagens Essenciais numa perspetiva de valorizar o papel do criativo do aluno. 

Objetivos a atingir

  • Integração dos vários saberes, numa perspetiva transdisciplinar que inclua o desenvolvimento científico relacionando-o com o ambiente geográfico, histórico e cultural em que ocorreu.  
  • Promover dinâmicas promotoras da Inclusão e Cidadania com base nos Domínios de Autonomia Curricular.
  • Promover formas de melhor comunicar e ensinar em ciência, especificamente em química.
  • Aprofundar estratégias e ferramentas de ensino visando potenciar a aprendizagem conceptual e o desenvolvimento de competências processuais dos alunos.
  • Fomentar a comunicação, partilha de ideias, experiências e projetos entre professores e alunos.
  • Aprofundar estratégias para uma cidadania ativa, informada e participada de toda a comunidade educativa.

 

Metodologia da ação

A ação está organizada em 10 temas e produção e apresentação de um vídeo temático, no âmbito da Ação. 

Em cada um dos 10 temas serão abordados conceitos básicos e aplicações de uma forma dinâmica e interativa, visando promover a plena participação dos formandos.

 

Tópicos

  • Abordagem da questão: Porque é que em química se utiliza o modelo quântico e não a física clássica: um percurso à luz da história da humanidade. 
  • A teatralização da Ciência. Apresentação dos livros: Poções e Paixões e A Química na Ópera, O Bairro da Tabela Periódica e Arsenicum. Workshops baseados nas cenas 2 e 4 (Científicas) e nas cenas 1, 3 e 5 (Cidadania) da peça teatral "O Bairro da Tabela Periódica".
  • Orquestras de sopros: uma oportunidade para o ensino do som e da luz, sua propagação e interação com a matéria 
  • Equipamentos MIDI e sintetizadores eletrónicos no ensino dos fenómenos ondulatórios (interferência, harmónicos, sobre tons, ondas sinusoidais, quadradas e em serra). 
  • Águas naturais de Portugal. Exemplos práticos da química das águas e da importância dos solos na definição das suas propriedades físico-químicas.
  • A mineração em Portugal: das pirites alentejanas à extração do lítio. 
  • As ligações da química à biologia: "Omne vivum ex vivo"! "Omne" (TODOS)? Química pré-biótica. 
  • A ligação da química à biologia: Produtos naturais autênticos canivetes suíços da natureza. 
  • A enzima mais abundante da natureza e para alguns a mais importante. Responsável pela fixação de CO2 na fotossíntese. 
  • Produção pelos formandos de um vídeo de 4 a 5 minutos usando as ferramentas powerpoint, prezi ou similar e fazendo uma abordagem transdisciplinar de uma das aprendizagens essenciais das disciplinas: Ciências físico químicas (3º ciclo do ensino básico), Física e Química A (ensino secundário) ou Química 12 (ensino secundário).

 

Regime de avaliação

A avaliação terá duas componentes:

  • um vídeo produzido pelo formando;
  • uma reflexão crítica sobre a ação com base no formulário fornecido.

O vídeo será avaliado usando uma grelha de 5 critérios:

1 - Rigor científico da linguagem utilizada;

2 - Qualidade do vídeo;

3 - Clareza do discurso;

4 - Originalidade;

5 - Cumprimento do tempo estipulado.

(A classificação atribuída será baseada na discricionariedade técnica dos formadores). 

A classificação final será atribuída numa escala de 0 a 10 usando igual ponderação para as duas componentes.


Publicado/editado: 09/11/2020