Nomenclatura química: adequação das regras da IUPAC à língua portuguesa

Registo de Acreditação n.º 102892/19 - 25 horas (1 crédito) 

Destinatários: 

Professores do Grupo 510

FORMAÇÃO VIA VIDEO CONFERÊNCIA inscrições abertas

Sessões de 2h - 18h-20h

  • abril - Dias: 8, 9, 15, 16, 22, 29, 30
  • maio - Dias: 6, 7

Sessões de 3h - 18h-21h

  • maio - Dia: 21

Sessões Decorridas:

  • Regime à distância: 25/09/2020 - 06/11/2020 |  14/05/2020 - 05/06/2020 |   07/01/2021 - 26/02/2021
  • Agrupamento de Escolas Póvoa de Santa Iria: 10/01/2020  14/02/2020
  • Escola Secundária do Entroncamento: 20/09/2019 - 19/10/2019

Questionário para os Formandos

O endereço será fornecido pelos formadores durante a ação de formação.


Formadores:

  •  Maria Clara Ferreira Magalhães - CCPFC/RFO-02597/97
  •  José Alberto Loureiro Costa - CCPFC/RFO-01991/97
  •  Maria do Amparo Ferreira Faustino -CCPFC/RFO-04082/97

Apresentação da Ação:

A IUPAC tem vindo a desenvolver desde 1892 normas específicas para a clara e precisa designação dos compostos orgânicos e inorgânicos, com vista a facilitar a comunicação entre pares. 
A publicação em 2018, em língua portuguesa da tradução das Recomendações IUPAC para a Nomenclatura em Química Inorgânica introduz alterações importantes em relação ao documento em vigor (tradução para Português da nomenclatura dos compostos orgânicos) publicado em 2010 e torna necessária a atualização daqueles que usam a terminologia química.  
Atenta às reais necessidades de formação científica dos professores de Física e Química do ensino secundário, a SPQ disponibiliza esta ação visando promover a sua atualização face às mais recentes alterações na nomenclatura dos compostos orgânicos e inorgânicos, harmonizada em língua portuguesa, através do Guia IUPAC para a Nomenclatura de Compostos Orgânicos e a Nomenclatura de Química Inorgânica.

METODOLOGIA DA AÇÃO

A metodologia pretende-se dinâmica e interventiva pelo que está organizada por forma a promover a ampla participação dos formandos nos temas em estudo através da realização de exemplos de aplicação pratica. Assim, a componente teórica será sempre acompanhada de uma componente prática em que se explorará a aplicação dos conceitos a casos concretos (total 20h). 
A ação terá ainda uma componente transdisciplinar (máximo 5 h) com vista à integração e apresentação em sala de aula de tópicos (à escolha do formando) que na sua diversidade irão contribuir para que os formandos recolham pistas para a sua própria lecionação.
A acção terá um total de 25 horas, sendo que, para obter avaliação, os formandos deverão participar em pelo menos 17 horas presenciais.
O interesse e a qualidade da ação será avaliada a posteriori por inquérito. 

OBJETIVOS A ATINGIR

Contribuir para a formação continua dos professores de Física e Química, Biologia e Geologia promovendo a atualização dos seus conhecimentos no domínio da nomenclatura química, em particular no que se refere à nomenclatura de moléculas orgânicas e inorgânicas simples. Identificar as alterações introduzidas pelo novo documento da IUPAC e tomar conhecimento da correta terminologia em língua portuguesa. A ação visa ainda motivar os professores a usarem formas criativas e inovadoras de apresentação da nomenclatura química em sala de aula. 

TÓPICOS PROGRAMÁTICOS 

  • História da Nomenclatura Química – Orgânica e Inorgânica
  • Princípios gerais de nomenclatura
  • Gramática
  • Sistemas de nomenclatura
  • Nomenclatura composicional
  • Nomenclatura substitutiva em Química Orgânica e Química Inorgânica – princípios, convenções e regras 
  • Grupos funcionais 
  • Classes especificas de compostos 
  • Construção de nomes de compostos 
  • Estruturas parentais para produtos naturais e compostos relacionados
  • Nomenclatura aditiva
  • Compostos de coordenação e organometálicos
  • Sólidos
  • Como apresentar em sala de aula a nomenclatura química de forma lúdica e motivadora.

Publicado/editado: 12/09/2019